Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


FOI DADA A LARGADA PARA AS FESTAS DE OUTUBRO COM A 7ª OKTOBERTANZ

Publicado em 01/10/2007 às 00:00 - Atualizado em 05/03/2015 às 10:24

Foi dada a largada para as festas de Outubro.

Em nosso município, realizou-se  nos dias 29 e 30 de setembro a 7ª OKTOBERTANZ. De caráter germânico contou com inúmeros atrativos, desde competições culturais, gincana, baile e desfile tradicional. Marcaram presença alguns minicípios catarinenses que, além de prestigiar a festa, divulgaram suas tradições e festas típicas. O governador do estado Exmo Luiz Henrique da Silveira, foi destaque na abertura do desfile que contou com a participação de integrantes do nosso município e municípios vizinhos. Foram ressaltadas as influências germânicas na formação cultural, política, econômica e social dos seus habitantes, desde a fundação de São Pedro de Alcântara até os dias atuais. Danças folclóricas, gastronomia, músicas tradicionais alemãs alegraram e divertiram as milhares de pessoas que prestigiaram o evento.

Após o desfile foi servido o almoço no pavilhão de festa, que contava com uma variedade de pratos típicos, regados a muito chopp e animação das bandas, que seguiu animando o público.

Desfile Oficial da 7ª Oktobertanz 

Dia: 30 de Setembro – Domingo;

Local: Ruas Centrais – São Pedro de Alcântara – SC;

Horário: 10:00hs.

  Convidados para o desfile:  

01.  Bandeiras oficiais (Brasil, Alemanha, Santa Catarina, São Pedro de Alcântara, Deutsche Welt);

As Bandeiras que abrem o desfile oficial da 7ª Oktobertanz estão sendo apresentadas por integrantes do grupo de danças folclóricas germânicas de São Pedro de Alcântara.

02.  Carruagem das autoridades; 

Governador do Estado, Secretário Regional, Prefeito Municipal e Primeira Dama.

03.  Banda Heimatmusikanten de Blumenau; 

04.  Rainhas e Princesas de São Pedro de Alcântara;

As rainhas e princesas são eleitas na festa do colono que acontece no mês de julho.

05.   Grupo Infanto Juvenil de Danças Folclóricas Germânicas de São Pedro de Alcântara; 

O primeiro grupo Infanto Juvenil de Danças Folclóricas Germânicas de São Pedro de Alcântara fez sua estréia oficial em 06 de março de 1999. Hoje o grupo é composto por 16 casais de crianças oriundas das comunidades rurais de Barro Branco, Rocinha, Invernada, Santa Filomena, Rio Forquilhas Baixo e Rio Forquilhas Alto, coordenadas pelo professor Renato Weingartner. Seus trajes têm como modelo trajes da região do Hunsrück localizada no sudoeste da Alemanha Estado da Renânia Palatinado e os trajes femininos foram bordados com a flor de manacá, flor símbolo do município.

Sua formação conta com o apoio da Prefeitura e visa à preservação e difusão dos costumes e tradições trazidas pelos imigrantes que colonizaram a região de São Pedro de Alcântara.

06. Banda de música de S.P.A.;

07.  Instituto Sílvio Pléticos;

Fundado em São Pedro de Alcântara em 19 de julho de 2004, o Instituto Sílvio Pléticos tem caráter representativo, educativo e beneficiente, com personalidade jurídica própria e sem fins lucrativos, políticos ou religiosos.

Foi criado para desenvolver ações cidadãs nas áreas artístico-cultural, educacional, turística, ecológica e de assistência social. Foi escolhido o nome de Silvio Pléticos por ser este um cidadão conceituado em São Pedro de Alcântara e um grande Artista Plástico de renome Internacional.

08.  Menina com cesto de flores;(Mächen mit Blumenkorb) 

09.  Banner – Srª. Henriette e Sr. Inácio;(Fahne von Instituto Sílvio Pléticos) 

10.  Presidente de Honra do Instituto Sílvio Pléticos

Professor Sílvio Pléticos e Sua Esposa Srª. Líli.

11.  Carrinho de mão com flores;(Schubkarren mit Blumen) 

12.  Bicicleta com carrinho;(Fahrat mit Anhäger)

Carlos com Carla e Peter.  

13.  Bicicleta decorada;(Geschmüchktes Fahrat) 

14.  Pônei com cesto de flores;(Pony mit Blumenkorb) 

15.  Carroça decorada com malas e casal de Imigrantes;(Geschmückte Leiterwagen mit Koffer und einwanderer Ehepaar) 

16.  Grupo à pé do Instituto Sílvio Pléticos;

Finalizando assim o seu desfile.

17.  Sociedade 25 de julho de Blumenau;

18.  Grupo de idosos amizade;

O grupo de idosos de São Pedro de Alcântara foi fundado pelo Padre Huberto Waterkemper em 15 de abril de 1978, com treze participantes. O coordenador era o próprio Padre e as reuniões eram quinzenais.

A partir de 1981 a coordenação ficou sobre a responsabilidade de Mônica Stahelin Kretzer e as reuniões passaram a ser semanais. Desde a fundação, até hoje já passaram por este grupo 186 integrantes, atualmente o grupo é composto de 58 idosos, no qual doze participam hoje da apresentação do Pau-de-Fita.

19.  Triciclo Brigue Luiza; 

Brigue Luiza foi o veleiro que trouxe os primeiros imigrantes alemães para Santa Catarina, e que aportou na Armação da Lagoinha, Nossa Senhora do Desterro, no ano de 1828.

O triciclo Brigue Luiza presta uma justa homenagem à esse bravos imigrantes que longe da terra natal, iniciaram aqui, no sul do Brasil, a construção de uma nova vida.

O Objetivo do grupo é participar de eventos étnicos culturais e divulgar a historia da imigração alemã em nosso Estado, bem como, a primeira Colônia alemã de Santa Catarina  -  São Pedro de Alcântara, onde os traços e os costumes germânicos são também preservados através dos seus descendentes.

 Os brasões cravados em cada carrinho representam 08 famílias entre as centenas de outras que, com coragem e esperança inscreveram seus nomes na primeira página dessa bela história.

       São elas:MüllerHinnigHessKoerichBrandSchultzHoeller  e  Giesel.

Os integrantes do G8 agradecem o convite para participar da 7ª Oktobertanz e informa que a próxima apresentação será no desfile de abertura da Oktoberfest de Blumenau.

 Der dreirad Brigue Luiza, ista eine Ehrung am die ersten Deutschen Einwander, wo nach Santa Catarina gekommen sind. Und hier im Jahr 1828 mit den Segel Schiff Brigue Luiza angekommen sind und auf die Insel Florianópolis ausgestiegen. Ein Jahr später Gründen Sie São Pedro de Alcantara, es war so auch die erste Deutsche Kolonie in Stad Santa Catarina. 

20.  Bier und Schnapswagen (Küporre) 

Inspirado nos tradicionais: “Schupkarret”, carrinhos de madeira que conduziam os filhos dos nossos antepassados alemães, o Bier und Schnapswagen traz o chopp, bebida tradicional das festas alemãs e a cachaça, produto de destaque em toda a nossa região.

Conduzidos pelo casal Flávio e Raquel Weiss, tem a frente o Monge Negro, símbolo do redescobrimento da cerveja na Alemanha, acompanhado pelo herdeiro que irá manter a continuidade dessa tradição.

     O Bier und Schnapswagen, que tem o apelido de Küporre, trás um mosaico com mais de 372 peças e a miniatura de um “Maibaum”, arvore da primavera, muito tradicional nas cidades e nas vilas de algumas regiões da Alemanha.

      Ist eine stilisierte Schubkarre, hier fährt sie nicht nur Bier und Schnaps, aber sie schenkte auch Bier und Schnaps aus. Die Abbildung von der Schwarze Mönch, ist eineErinnerung von die Bier Entdeckung in Deutschland.  

 

21.  Bicicleta da Adega Scherer;

 

A bicicleta é um meio de transporte muito utilizado. Esta bicicleta foi cedida para a foto do cartaz da 7ª Oktobertanz e hoje ela está representando a cachaça da Adega Scherer de Antônio Carlos. Modelo Harley-davidson 1952 de propriedade do Sr. Ivens Scherer Prefeito Municipal de Antônio Carlos. 

  

22.  Associação Cultural  Deutsche Welt; (Florianópolis)

 

Principal Sociedade de Cultura Germânica da Grande Florianópolis, a Associação Cultural Deutsche Welt representa os primeiros imigrantes alemães que aportaram em Santa Catarina na cidade de Desterro, hoje Florianópolis, no ano de 1828.

 

  • Todos os anos no 3º sábado de Maio, a Associação Cultural Deutsche Welt realiza a Deutsches Fest
o grande baile alemão da capital do estado”. 
  • Na temporada das Oktoberfestas, realiza a Oktobertanz na 1ª colônia alemã de Santa Catarina: São Pedro de Alcântara.
“abrindo a temporada das oktoberfestas em nosso estado” 
  • Segunda-feira é dia de aulas do idioma alemão e de canções tradicionais.
 

Apenas no ano de 1829 foram demarcadas as terras destinadas à esses imigrantes, tendo assim início a colonização de São Pedro de Alcântara.

178 anos se passaram, e numa história marcada por tantas outras, e com tantas adversidades, as lembranças, os sonhos, os costumes e as marcas persistem de modo indelével, através do tempo, do trabalho, e do orgulho de um povo brasileiro com origens e sentimentos germânicos.

 Deutsche Welt ist das Haupte Deusche Traditionell Kultur Verein von Florianópolis. Jedes Jahr führt Sie durch Deutschesfest, Oktobertanz, Stammtisch und jetzt auch jeden Montag Deutsche Sprache Kurs mit Sänger Stunde.  

23.  Hausmusikantem, (Deutsche Welt) 

24.  Rainha e Princesas da Deutsche Welt;  

25.  Grupo da sociedade Deutscher Freundeskreis de São José; 

Fundado em 04 de maio de 2004 a Sociedade Amigos da Cultura Alemã de São José "Deutscher Freundeskreis" teve como idealizador e fundador o professor Girlei Schmitz.

Sensível à presença de descendentes germânicos em maioria no município de São José/SC, Girlei movimentou esforços a fim de montar uma diretoria para então dar início à Sociedade, cuja trajetória leva em consideração o idioma, o canto, a dança e a gastronomia germânica.

Hoje, a Deutscher Freundeskreis, que tem como sede a Casa da Cultura de São José, promove cursos do idioma alemão em diversos locais, realiza apresentações de dança e encontros festivos. Sua meta é instigar, além da Grande Florianópolis, as regiões Sul e Oeste do Estado de Santa Catarina a valorizarem a cultura germânica, resgatarem a auto-estima dos seus descendentes e aproximar e integrar os simpatizantes da cultura alemã.

26.  Carro da Cachaça (Aprocade)

O carro da cachaça é uma homenagem aos colonizadores criados no árduo trabalho dos canaviais e nas atividades dos inúmeros engenhos existentes, que transformaram a cana de açúcar na primeira ou única atividade econômica do Município, com a produção de açúcar mascavo, melado e cachaça.

Após décadas a cana de açúcar passou por longos períodos de decadência levando vários produtores a abandonarem a atividade, provocando o êxodo rural. Em setembro de 1997 surge o programa setorial da cana, com objetivo de resgatar a tradição e desenvolver a cadeia produtiva da cana de açúcar, criada assim em 2005 a APROCADE (associação dos produtores da cana e derivado), de maneira a promover e colocar o Município como destaque na produção de cachaça de qualidade.

 

27.  Carro dos Apicultores; 

28.  Schützenfest de Jaraguá do Sul

Na composição étnica do estado de Santa Catarina, os alemães formaram agrupamentos consideráveis na população e conservaram muitas de suas características culturais, folclóricas e tradicionais.
Os SCHÜTZENVEREINE, como eram chamadas na língua alemã as Sociedades de Atiradores, são instituições muito antigas, trazidas para o estado com a imigração. Tiveram realmente papel na vida social, cultural e recreativa dos imigrantes. Com o passar dos anos, enraizaram-se e sobreviveram até os nossos dias, fazendo parte importante da história e da gente catarinenses.

Representantes da Schützenfest: 

Ivan Pilon Torres - Presidente da Comissão Central Organizadora da 19ª Schützenfest - Membro da Diretoria ACSTVI- Associação dos Clubes e Sociedades de Tiro do Vale do Itapocu (1º Tesoureiro); 

Rúbia Friedeman Torres (esposa acima) - Coordenadora dos Grupos Folclóricos da Schützenfest; 

Natália Lúcia Petry - Diretora Presidente da Fundação Cultural de Jaraguá do Sul - Vice-Presidente da Schützenfest ; 

Gielead Siewerdt (Ilson Siewerdt) - Coordenadora de Alimentação da Schützenfest - Membro da Diretoria ACSTVI ( Presidente Interina); 

Nelson Sjoberg (Kirian Crsitina Sjoberg) - Coordenador de Manutenção da Schützenfest - Membro da Diretoria ACSTVI (Diretor de Patrimônio); 

Aldina Marquardt Wackerhage (Valdir Wackerhage) - Coordenadora de Tiro da Schützenfest - Membro da Diretora da ACSTVI; 

Marcelo Heinz Prochnow  (Rosangela Gnewuch) - Coordenador de Divulgação da Schützenfest - Presidente da Sociedade Alvorada de Jaraguá do Sul; 

Sidnei Marcelo Lopes (Andreia Lopes) - Coordenador de Desfiles da Schützenfest - Fundação Cultural de Jaraguá do Sul (Projetos Culturais);

Karla Arza - Conselheira da Schützenfest e Membro do Conselho Fiscal da ACSTVI;  

Júlio César da Silva (Sandra da Silva) - Coordenador de Cultura e Decoração da Schützenfest e Membro da Diretoria da ACSTVI (2º Vice-Presidente); 

Almiro José Ponstein (Ivone Posntein) - Coordenador de Saúde e Vigilância Sanitária da Schützenfest - Prefeitura Municipal de Jaraguá do Sul (Saúde); 

Delírio Schwartz (Iraci SchWartz) - Membro da Diretoria da ACSTVI (Diretor Social) - Prefeitura Municipal de Jaraguá do Sul (Fiscal de Agricultura);  

Egon Meldola (Adélia Meldola) - Presidente de Honra da ACSTVI; Rui Barg (Iraci Barg) - Membro da Diretoria da ACSTVI( Diretor de Armas e Munições); 

Claus Giese (Vivian Strutz) - Membro da Diretoria da ACSTVI (Diretor de Estoque Souvenir); 

Valdino Teske - Membro da Diretoria da ACSTVI (2º Secretário); 

Salete Tecilla Meier - Secretária da ACSTVI; 

Flávia Cristina Passos (Luciano Passos, Cirlene Passos, Ana Carolina) - Rainha da 18ª Schützenfest; 

Catiana Pereira - 1ª Princesa 18ª Schützenfest; 

Moacir Losi Junior (Lilian Kreutzfeld) - Rei dos Atiradores 2006; 

Sheila Raquel Schulz Porath (Dilson Porath) - Rainha das Atiradoras 2006; 

Ademir Pfeiffer - Museu Histórico Emílio da Silva de Jaraguá do Sul; 

Warildo Weiler (Nilva, Douglas, Gabriela) - Banda animação desfile;    

29.  Moto JAVA – 1955;

Esta moto é de propriedade do Sr. Evilásio Broering, proprietário do BARAÚNA na palhoça, está desfilando com uma moto 1955 modelo JAVA.

30.  “Lili” caminhoneta da família Koerich – Ford F3 - 1948;

O tempo era 1948, a nova década anunciava uma era de modernização para o país. Adiantando-se ás exigências dos novos tempos Eugênio Raulino Koerich, bisneto do imigrante Stefan Koerich e Katarina Esper Koerich, hoje representados neste desfile por seus netos Carlos Eugênio Koerich e Elenita Gerlach Koerich.                

Eugênio Raulino Koerich decide aposentar as velhas carroças adquirindo um ford f3 1948 na qual os filhos e netos aprenderam a dirigir e apelidaram a caminhoneta de “Lili”. Lili foi utilizada com meio de transporte e carga, prestava socorro aos vizinhos, onde muitos nascimentos ocorreram a caminho da maternidade, servi para o lazer da família como transportando-os à bailes, cinemas, jogos de futebol etc...

Após uma minuciosa restauração “Líli” foi incorporada ao acervo do museu da família Koerich na cidade de São José, inaugurado no dia 07 de Julho de 1990. (aniversário do patriarca Eugênio Raulino Koerich).

 

31.   Banda Musical do Colégio Dom Jaime Câmara. 

A banda  é formada por 40 alunos com os seguintes instrumentos musicais: 8 saxofones alto, 01 sax tenor 10 trompetes, 5 trombones, 10 clarinetes, 3 liras cromáticas e percussão (Bombo, caixa e pratos)

32.  Rainhas e Princesas da Festa Pomerana de (Pomerode); 

33.  Moto do chopp de Pomerode; 

34.  Colono representando os imigrantes no trabalho da roça; 

35.  Princesa da Oktoberfest de Blumenau; 

36.  Banda Marcial da Oktoberfest de Blumenau; 

37.  Grupo de danças Folclóricas “Kleine Tänzer” de São Bonifácio;

O grupo foi fundado no dia 27 de junho de 1998 por um grupo de pais liderados pela Srª. Nelsinha Steffen Peters.

Foi criado com o intuito de preservar a cultura, a historia e os costumes dos colonizadores alemães que vieram para São Bonifácio em 1864, oriundos da região da westphalia, na alemanha.

O grupo tem como atividades a dança folclórica e o canto coral. A dança tem por base ritmos como a marcha, polca, valsa e mazurca.

O grupo é formado por 43 crianças e adolescentes, alguns já entrando na fase adulta. O traje é baseado nos traje de época, final do séc.18 e inicio do séc 19. O professor é Roberto Feuser.

38.  Maisbrotwagen (carro do pão de milho) 

É um carro tradicional sempre presente nos desfiles da Festa Regional do Pão de Milho de São Bonifácio. O carro representa elementos de uma típica propriedade rural. Especialmente no início da colonização a vida do colono era muito sacrificada e, normalmente, era ele mesmo muitas vezes com ajuda dos vizinhos, quem construía sua casa. O estilo enxaimel  reporta à origem alemã. Os tijolos eram fabricados na propriedade com mão de obra familiar, pois o transporte era oneroso e muito difícil. Neste estilo de construção os tijolos são assentados com barro e, na estrutura a madeira assume formas geométricas muito interessantes.

Ainda hoje o pão de milho fabricado com farinha de milho (fubá), moído nas atafonas com pedra mó, é o alimento predileto na mesa do colono. Elemento também indispensável na fabricação do pão de milho e, ainda presente na maioria das propriedades rurais, é o famoso forno a lenha. 

39.  Bandeira do Município de Angelina 

Angelina foi colonizada em 1858, por imigrantes alemães vindos das colônias vizinhas de Sacramento e de São Pedro de Alcântara , que batizaram o lugar com o nome de Vila Mundéus. Em 1891, tornou-se distrito de São José e recebeu o nome de Angelina. Tornar-se cidade 70 anos depois, em 1961.

Angelina tem como referencia o Santuário Mariano que compreende a Igreja Matriz e a Gruta. Não podemos descrever nossa história sem falar do nosso maior patrimônio histórico, que é a gruta Nossa Senhora de Lourdes. Este ano comemoramos o seu centenário. Nela encontramos 14 via-sacras produzidas em gesso por um artesão, na Alemanha em 1.900. A imagem de Nossa Senhora de Lourdes no Nicho é vinda da Alemanha em 1902. Este Santuário é visitado diariamente por peregrinos.

                        Queremos também fazer uma referência da vinda das 03 Irmãs Franciscanas para Angelina em 1927. Neste ano elas comemoram 80 anos de Congregação Franciscana de São José.

 

40.  Grupo folclórico de danças Alemãs “GNADENTAL” (Angelina)

Em 16 de maio de 2002, iniciou em Angelina as atividades com danças folclóricas germânicas. Este grupo foi uma iniciativa da comunidade e com apoio da Secretaria Municipal de Educação Cultura e Desporto . O objetivo do grupo é o resgate Cultural. Também queríamos dar oportunidade ao jovem de conhecer os movimentos de danças dos nossos antepassados.

O Grupo Folclórico de Danças Alemãs recebeu o nome de ¨GNADENTAL¨ que significa ¨Vale das Graças¨.

Temos um total de 44 dançarinos, e um professor, o Sr. Gilson Schmitz.

Estes grupos se apresentam nas atividades do Município e também fora dele quando é convidado.

 

41.  Rainhas da Festa do Queijo e do Mel; 

Apresentamos neste momento a Rainha Gabriela Dias da 14ª Festa do Queijo e do Mel. Junto com as Princesas: Raiane Cavalcante e Samantha Exterkoetter, graciosas garotas que sempre abrilhantam nosso evento.

42.  Carro do queijo e do mel;

Angelina se destaca pela produção de Queijo e Mel. Nossa festa tem como objetivo valorizar o trabalho do nosso agricultor. Sua realização é na data do último final de semana de abril.

Angelina apresenta o maior queijo da região. Ele foi fabricado pelo produtor Sr. Benedito e Suely Schuch. Para a fabricação deste queijo foram utilizados 500 litros de leite, 2 ½ coalho, 2 ½ k sal e muita dedicação. Pesa 50 k. O queijo é um dos mais antigos alimentos preparados que a História da humanidade registra. O queijo é considerado uma ótima fonte de vitamina.

            Sendo que o município de Angelina é um dos maiores produtores de queijos coloniais e o segundo maior produtor de mel silvestre da Região da Grande Florianópolis, e com certeza um dos melhores.

 

43.  Madrinhas da festa do Morango (Rancho Queimado) 

O município de Rancho Queimado, localizado na serra catarinense têm como principal atividade econômica a agricultura e o turismo. Na agricultura se destaca o cultivo do morango que por si só também é um grande atrativo turístico. Realiza-se na localidade de Taquaras já há 15 anos a festa do morango a qual convidamos a todos para prestigiar nos dias 24 e 25 de novembro do corrente ano  a 16ª edição, evento que resgata e preserva a cultura da população local e tornou-se um grande evento turístico.  

44.  Grupo Folclórico Sonnenschein (Rancho Queimado) 

O grupo Sonnenschein (Raio de Sol), fundado em 2001, foi criado com o propósito de resgatar e preservar a cultura Alemã dentre muitos outros. Certamente este trabalho reflete em nosso município na melhoria das condições sociais e educacionais da população proporcionando aos integrantes  e comunidade, o contato com a cultura, com a história e principalmente criando nos jovens e crianças a consciência do respeito mutuo e o respeito as manifestações culturais étnicas de nosso país.

O grupo Conta com 20 integrantes na categoria infantil e 12 integrante na categoria jovens e adultos.

 

45.  Grupo de danças de Taquaras (Rancho Queimado); GRUPO FOLCLÓRICO BLUMENTAL

 

Grupo de danças folclóricas com 10 anos de existência, localizado na comunidade de Taquaras em Rancho Queimado/SC. Surgiu em 1997 com o objetivo de resgatar a cultura e o folclore dos antepassados que colonizaram a região. Conta atualmente com 66 integrantes distribuídos em 4 categorias de dançarinos: Infantil, Juvenil, Adulto e Freundschaft Gruppe.

 

CATEGORIA FREUNDSCHAFT GRUPPE

Criada em 2005, esta categoria possui 5 casais de dançarinos. Formou-se através de um grupo de amigos que tinham interesse em participar de um grupo de danças, mas não se enquadravam no perfil da categoria Adulto, pois têm um pouco mais de idade, trabalham fora e são casados com filhos. O nome da categoria reflete bem o espírito do grupo que está unido não só pelas danças, mas pela amizade e pelo objetivo comum de viver o folclorismo em família.

 

CATEGORIA ADULTO

Esta categoria conta atualmente com 8 pares de dançarinos. Além de dançarem muito bem as danças folclóricas, possuem um traje de grande beleza elogiado por todos os que assistem às suas apresentações.

 

46.  Mercedes Benz – 1954;

Veículo Mercedes Benz de propriedade do Sr. Rodolfo Cortese de Florianópolis. Este é um veículo de origem alemã de 1954.

47.  Rainha e princesas da Festa do Milho de Santo Amaro da Imperatriz;  

48.  Sociedade Musical Santo Amaro; 

A Sociedade Musical de Santo Amaro foi fundada no dia  24 de junho de 1944, composta por 45 integrantes, possui sede própria na cidade de Santo Amara da Imperatriz.

A Sociedade mantém por seus próprios recursos uma escola de aprendizes músicos. O curso é destinado a todos com idade mínima de 10 e tem duração de 2 anos. O curso é ministrado por Almir José da Silva e supervisionado pelo maestro Luiz fernando da costa.

A Sociedade Musical de Santo Amaro foi campeã estadual nos seguintes anos:

1978, 1992, 1993, 1995, 1996, 1997, 1998, 2000, 2001, 2002. Foi campeã e obteve a maior media no 1º concurso Sul Brasileiro de Bandas Musicais.

Foi campeã dos concursos de bandas e fanfarras em 1995 e 1996 onde obteve a 2ª colocação a nível de Brasil.

Atualmente o corpo musical é composto por 53 músicos.

49.  Fusca Floripa 

Fusca ano 1970, última série com para-choques duplos Rodando há 37 anos em Florianópolis, por isso o seu nome: FUSCA FLORIPA. Ocupantes do veículo: Clemente Jaeger, gerente do Chopp Alemão, e sua esposa Dulce.

50.  Bandeira oficial do Município de Antônio Carlos;

Em 1830, alguns imigrantes alemães que se estabeleceram na 1ª colônia alemã de Santa Catarina, São Pedro de Alcântara, comandados por João Henrique Schöeting, desbravaram a planície do vale do rio de Louro e deram início ao desenvolvimento e crescimento de Antônio Carlos. O município foi emancipado 1963, faz parte da região da grande Florianópolis e está a trinta e três quilômetros distante da capital Florianópolis.

51.  Crianças com trajes típicos alemães trazendo carrinhos de madeira com flores ou crianças;

Marcas da colonização ainda estão espalhadas por todo o município, como no casario erguido no início do século passado. Mas a principal marca da herança germânica está na riqueza cultural do povo Antôniocarlense, representada hoje neste desfile.

52.  Rainhas das principais festas de Antônio Carlos

Apresentamos agora as atuais representantes do charme, beleza e simpatia da mulher de Antônio Carlos: as rainhas das três festas mais importantes do município.

LUANA KRAUS - Rainha da Festa da Cachaça

VIVIANE RICHARTZ – Rainha da Festa da Hortaliça

WANESSA BRESSAN – Rainha da Festa do Colono

53.  Carro representando as principais festas do município de Antônio Carlos festa da hortaliça da cachaça e do colono. 

Temos neste carro, uma amostra do que é apresentado nos desfiles de Antônio Carlos, que são de beleza ímpar e encanta a todos os visitantes.

Festa da Hortaliça

Realizada em Rachadel pela Comissão Administrativa da Igreja no primeiro final de semana de junho para comemorar a forte produção de hortaliças de Antônio Carlos.

 

Festa da Cachaça

Realizada em Santa Maria pela Sociedade Cruzeiro no primeiro final de semana de maio para comemorar a tradição da produção de cachaça na comunidade.

 

Festa do Colono

Realizada no Centro da cidade pelo Sindicato dos Trabalhadores Rurais no terceiro final de semana de julho para homenagear o trabalho e a dedicação dos agricultores de Antônio Carlos.

 

Os carros para este desfiles foram produzidos pelo grupo de jovens de Rachadel.

54.  Crianças trajadas de Hortaliças 

O verde da mata atlântica que cobre setenta por cento das terras do município faz um belo contraste com os tons das hortaliças produzidas em Antônio Carlos. A agricultura é o carro chefe da economia do município e a fonte de renda de cerca de oitenta por cento das famílias. Antônio Carlos é o maior produtor de hortaliças de Santa Catarina.

55.  Grupo da 3ª idade 

Antônio Carlos foi apontado pelo IBGE como a segunda cidade brasileira em expectativa de vida. A esperança de vida é de 77,9 anos, seis a mais que a média nacional. Em Antônio Carlos se vive mais e muito melhor!!!

 Desfilam hoje integrantes do grupo da 3a idade de Santa Maria, encerrando com chave de ouro a apresentação de Antônio Carlos – a terra das águas, dos verdes vales e das hortaliças.

56.  D.K.V.  Vemagueti 1967 

Veículo conduzido pelo Sr. Leão Engel do Chopp Alemão de Florianópolis, juntamente  com sua esposa.

57.  Banda do Embaixador da Oktoberfest de Blumenau – Oktobertanzkapelle;  Equipes da Gincana Cultural e Recreativa.

As equipes da gincana estão apresentando uma atração para o desfile.  

58.  Equipe: Die Schlümpfe;

A equipe Die Schlümpfe está apresentando o carro para desfile chamado: “Die Kleine Kneipe” (o pequeno boteco) traz o chopp, bebida tradicional das festas alemãs e a cachaça, produto de destaque em toda a nossa região.

59.  Equipe: Freunde; 

60.  Equipe: Com a gente ninguém pode; 

61.  Kerb de piratuba.

Os preparativos para a 8ª OKTOBERTANZ já começaram. Alguém tem dúvidas que será outro sucesso? 


Galeria de Imagens

  • {{galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
  • {{galeriaMultimidia.length + galeriaImagens.length + galeriaVideos.length - 12}}
Fechar

Galeria de Arquivos